Amo que Amo...

Amo que Amo...
Meus Irmãos!!!

domingo, fevereiro 19, 2012

O que faz quando o trânsito congestiona?


Quando o trânsito congestiona eu...





...volto pra casa voando!


 









...fico pulando para testar se o amortecedor do carro é bom mesmo! hihihi!










...vejo se tem um príncipe estacionado ao lado








...calculo todas as probabilidades de tempo que pode faltar para chegar








...tiro o novelo de lã da bolsa e tricoto. Dia desses deu tempo para fazer uma blusa, um gorro, um casaco, um cachecol, um...






 



 ...aumento o som do rádio e canto bem alto:
♫Quais, quais, quais, quais, quais, quais! Quaiscalingundum, quaiscalingundum, quaiscalingundum! ♫



E você?
O que faz quando o trânsito congestiona?
Comente!
Fonte:Blog BoniFrati

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

Eu deixa-lo cair, meu coração...


I let it fall, my heart
And as it fell, you rose to claim it
It was dark and I was over
Until you kissed my lips and you saved me
My hands they were strong
But my knees were far too weak
To stand in your arms
Without falling to your feet
But there's a side, to you, that I never knew, never knew
All the things you'd say, they were never true, never true
And the games you'd play, you would always win, always win
But I set fire to the rain
Watched it pour as I touched your face
Well, it burned while I cried
'Cause I heard it screaming out your name, your name!
When I lay, with you
I could stay there, close my eyes
Feel you here forever
You and me together, nothing is better!
Cause there's a side, to you, that I never knew, never knew
All the things you'd say, they were never true, never true
And the games you'd play, you would always win, always win
But I set fire to the rain
Watched it pour as I touched your face
Well, it burned while I cried
'Cause I heard it screaming out your name, your name!
I set fire to the rain
And I threw us into the flames
Well, it felt something died
Cause I knew that that was the last time, the last time!
Sometimes I wake up by the door
That heart you caught must be waiting for ya…
Even now when we're already over
I can't help myself from looking for ya
I set fire to the rain
Watched it pour as I touched your face
Well, it burned while I cried
'Cause I heard it screaming out your name, your name!
I set fire to the rain
And I threw us into the flames
Well, it felt something died,
'Cause I knew that that was the last time, the last time!
Oh oh oh oh oh…
Let it burn…

quinta-feira, fevereiro 09, 2012

O Presente... REFLEXÃO!


O PRESENTE
Um garoto pobre, com cerca de doze anos de idade, vestido e calçado de forma humilde, entra na loja,
escolhe um sabonete comum e pede ao proprietário que embrulhe para presente. "É para minha mãe", diz com orgulho.
O dono da loja ficou comovido diante da singeleza daquele presente.
Olhou com piedade para o seu freguês e, sentindo uma grande compaixão, teve vontade de ajuda-lo.
Pensou que poderia embrulhar, junto com o sabonete comum, algum artigo mais significativo.
Entretanto, ficou indeciso: ora olhava para o garoto, ora para os artigos que tinha em sua loja.
Devia ou não fazer? O coração dizia sim, a mente dizia não.
O garoto, notando a indecisão do homem, pensou que ele estivesse duvidando de sua capacidade de pagar.
Colocou a mão no bolso, retirou as moedinhas que dispunha e as colocou sobre o balcão.
O homem ficou ainda mais comovido quando viu as moedas, de valor tão insignificante.
Continuava seu conflito mental.
Em sua intimidade concluíra que, se o garoto pudesse, ele compraria algo bem melhor para sua mãe.
Lembrou de sua própria mãe.
Fora pobre e muitas vezes, em sua infância e adolescência, também desejara presentear sua mãe.
Quando conseguiu emprego, ela já havia partido para o mundo espiritual.
O garoto, com aquele gesto, estava mexendo nas profundezas dos seus sentimentos.
Do outro lado do balcão, o menino começou a ficar ansioso. Alguma coisa parecia estar errada.
Por que o homem não embrulhava logo o sabonete?
Ele já escolhera, pedira para embrulhar e até tinha mostrado as moedas para o pagamento.
Por que a demora? Qual o problema?
No campo da emoção, dois sentimentos se entreolhavam: a compaixão do lado do homem, a desconfiança por parte do garoto.
Impaciente, ele perguntou: "Moço, está faltando alguma coisa?"
"Não", respondeu o proprietário da loja. "é que de repente me lembrei de minha mãe. Ela morreu quando eu ainda era muito jovem. Sempre quis dar um presente para ela, mas, desempregado, nunca consegui comprar nada."
Na espontaneidade de seus doze anos, perguntou o menino: "nem um sabonete?"
O homem se calou. Refletiu um pouco e desistiu da idéia de melhorar o presente do garoto.
Embrulhou o sabonete com o melhor papel que tinha na loja, colocou uma fita e despachou o freguês sem responder mais nada.
A sós, pôs-se a pensar. Como é que nunca pensara em dar algo pequeno e simples para sua mãe?
Sempre entendera que presente tinha que ser alguma coisa significativa, tanto assim que, minutos antes, sentira piedade da singela compra e pensara em melhorar o presente adquirido.
Comovido, entendeu que naquele dia tinha recebido uma grande lição.
Junto com o sabonete do menino, seguia algo muito mais importante e grandioso, o melhor de todos os presentes: o gesto de amor!
Invista no amor. Ele é o mais poderoso meio de tornar as pessoas felizes.
Em qualquer circunstância, em qualquer data especial para determinadas comemorações, o mais importante não é o que se dá, mas como se dá.
Todo presente deve se revestir de sentimento e não deve haver diferenças entre homenagens a uma pessoa pobre ou a uma pessoa rica.
A expressão deve ser sempre do afeto. O que se deve dar é o coração a vibrar em amor.
O valor do presente não está no quanto ele vai aumentar o conteúdo das caixas registradoras, mas sim o quanto ele somará na contabilidade do coração.

quarta-feira, fevereiro 08, 2012

Dica: Àgua


SAIBA QUE:... beber água na hora correta maximiza a efetividade no Corpo humano.
2 Copos de água depois de acordar ajuda a ativar os órgãos internos.
1 Copo de água 30 minutos antes de comer ajuda a digestão.
1 Copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea.
1 Copo de água antes de ir-se dormir evita ataques de coração.


sábado, fevereiro 04, 2012

Eu queria saber...



Eu queria saber como é ser livre.
Eu queria poder quebrar todas as barreiras que me prendem.
Eu queria poder dizer todas as coisas que eu tenho pra dizer.
Dizê-las alto, dizê-las claramente,
para todo imenso mundo escutar.

Eu queria poder compartilhar todo o amor que há em meu coração.
Remover todas as barreiras que nos separam.
E eu queria que voce soubesse como é ser eu.
Entao voce veria e concordaria
que todo homem deve ser livre.
Eu queria poder ser como um passaro no céu.
Quão doce seria se eu descobrisse que posso voar.
Bem, eu planaria o sol e veria lá de cima o mar
e cantaria, pois saberia como é ser livre.

Eu queria saber como é ser livre.
Eu queria poder quebrar todas as correntes que me prendem.
E eu queria poder dizer todas as coisas que eu quero dizer.

Dizê-las alto, dizê-las claramente
para todo imenso mundo escutar.
Dizê-las alto, dizê-las claramente
para todo imenso mundo escutar.
Dizê-las alto, dizê-las claramente
para todo imenso mundo escutar.

Um amor,um sangue.
Uma vida voce tem que fazer o que tiver pra fazer.
Uma vida com cada um
irmãs, irmãos.

Uma vida mas não somos iguais
temos de carregar uns aos outros
carregar uns aos outros

Eu queria saber como é ser livre.
Eu queria saber como é ser livre.
 
 
(Lighthouse Family)

Quem sabe o seu amor sou eu - Carlos e Jader